sexta-feira, maio 16, 2014

Conjunção Saturno/Neptuno: 2026


A 20 de Fevereiro estarão ambos no grau 0 de Carneiro.

Vi o que se passou na última vez que houve uma conjunção destes dois planetas no mesmo signo (embora no grau 11): 1703.

Houve a Grande Tempestade (um furacão) na Inglaterra; em Dezembro Portugal e Inglaterra assinam um tratado que dá preferência aos vinhos portugueses (e é assim que a popularidade do vinho do Porto nasce); Tóquio tem um tremor de terra, vitimando 37 mil pessoas (sounds familiar...?); Portugal junta-se à Grande Aliança:

"The Grand Alliance was a European coalition, consisting (at various times) of Austria, Bavaria, Brandenburg, the Dutch Republic, England, the Holy Roman Empire, Ireland, the Palatinate of the Rhine, Portugal, Savoy, Saxony, Scotland, Spain and Sweden. The organization, which was founded in 1686 as the League of Augsburg, was known as the "Grand Alliance" after England and Scotland joined the League (in 1689). It was originally formed in an attempt to halt Louis XIV of France's expansive roll."

Link: http://en.wikipedia.org/wiki/Grand_Alliance_%28League_of_Augsburg%29

Então o que será que reserva o ano de 2026 para nós? Talvez algum novo acordo comercial, financeiro, de exportação - para os nossos vinhos. Eu diria já não com a Inglaterra, mas com as novas economias dominantes (China, Rússia, Índia).

Talvez haja novamente muitos desastres naturais: furacões, terramotos, maremotos... Japão, como sempre, tem de estar vigilante.

Um novo tipo de União na Comunidade Europeia, talvez tornada necessária devido a algum tipo de ameaça. Ou, se houve algum conflito nos anos anteriores a 2026, esse conflito (hipotético ou qualquer que ele seja) talvez obrigue a Europa e a Comunidade Europeia a modificar a sua união. De que maneira? Isso já não sei. Seja o que for, diria que estabelecendo bases mais sólidas, estruturas realistas - com base na compaixão e na Segurança para todos os seus cidadãos. Hum... uma Segurança Social europeia? Algo conjunto?
A haver nova ameaça expansionista eu realmente só consigo, neste momento, pensar em um país: a Rússia.

Mais manifestações possíveis: um ressurgimento da importância e do glamour da moda europeia (e também do seu luxo).  

Não sei, logo se verá.

E quanto a mim, o que me reserva essa conjunção nesse longínquo ano de 2026? No meu mapa progredido ocorre na minha casa 3 e estará oposta a Plutão em Balança (e também ao Sol Progredido em Balança, mas no grau 7), na casa 9 - chatices com a escrita? Escrevo algo que poderá chatear alguma amizade minha? (Plutão rege a casa 11 progredida).

Outra indicação que poderá ser algo relacionado ou com a escrita ou talvez até com algum contrato que eu assine nessa altura: Mercúrio em Arco Solar em conjunção com a minha Vénus natal na casa 10. Então carreira e escrita estarão em evidência.

No meu Retorno Solar de 2026/27 há uma formação geométrica chamada Kite (não vou explicar, sorry) que aponta exactamente para... Mercúrio! E no último grau: 29 Caranguejo. Algo relacionado com a escrita acaba ou é finalizado nesse ano. Haverá uma culminação de algum tipo - mas de que género? Deixar de escrever não me parece que seja o caso. Mercúrio rege a casa 1 e a casa 10 e localiza-se na casa 11: se calhar recebo um prémio literário, lololol!!! (Sei lá - let's hope!)

Porém, o mapa de retorno solar que eu deveria estar a ver é outro: o de 2025/26 - aí essa conjunção (e o local que escolhi foi o de nascimento porque não faço a mais pequena ideia de onde estarei daqui por 12 anos) cai-me na casa 10 e há óptimos aspectos entre vários planetas. De novo: carreira (literária?) em evidência. Mas qual a razão? Again, não sei. É bom ver que Mercúrio, neste mapa, estará a 4º Leão, logo a receber um óptimo trígono de suporte da conjunção Saturno/Neptuno a 0º Carneiro (e localizados neste mapa no grau 1). E torno a pensar que pode ser um contrato de publicação.

Logo se vê.

/Dunya out


2 comentários:

Olinda P. Gil © disse...

Das coisas que no futuro mais curiosidade me trazem é saber da minha vida literária. Ou então não, se o futuro me reservar porcaria.

Dunyazade disse...

Acho que o importante é continuarmos sempre a escrever. Com ou sem sucesso. Mesmo todo o sucesso do mundo é relativo e temporário.

Jocas!

*****