sábado, abril 30, 2016

Vienna State Opera, funny ballet. Слава Украине!

LEITURA DE TAROT MENSAL: BALANÇA/LIBRA MAIO 2016

LEITURA DE TAROT MENSAL: ESCORPIÃO MAIO 2016

LEITURA DE TAROT MENSAL: CAPRICÓRNIO MAIO 2016

LEITURA DE TAROT MENSAL: AQUÁRIO MAIO 2016

LEITURA DE TAROT MENSAL: PEIXES MAIO 2016

LEITURA DE TAROT MENSAL: SAGITÁRIO MAIO 2016

sexta-feira, abril 29, 2016

LEITURA DE TAROT PARA PANAMÁ (TAROT): MAIO A AGOSTO DE 2016

LEITURA DE TAROT PARA PANAMÁ (TAROT): MAIO A AGOSTO DE 2016



Leitura de tarot feita mês a mês, cada mês tem cinco cartas de cinco baralhos diferentes.
…:: Os baralhos usados foram: Mini Rider Waite (o Povo); the Pictorial Key Tarot (Dirigentes e Economia); Russian Tarot of St. Petersburg (Segurança no País – Polícia e Forças Militares); The Gendron Tarot (Saúde e Educação); Tarot of the Cat People (Justiça)::…

MAIO DE 2016

A)      O Povo: CINCO DE OUROS
O povo de Panamá, em Maio de 2016, vai sentir-se, na generalidade, pobre, desamparado, até ostracizado, com falta de fé, excluído, desprovido dos recursos necessários para ter uma vida decente e sem confiança em si mesmo, não acreditando que ele, o Povo, possa mudar essa situação. Talvez seja anunciada uma nova taxa, um novo imposto, podendo até tratar-se de um aumento dos impostos já existentes.
Outra coisa que eu pensei embora não me incline muito para essa opção – é a possibilidade de algum desastre natural (terramoto? Tsunami? Cheias, tornados?). Porém, para mim, este sentimento do povo poderá estar mais relacionado com o dinheiro e os recursos financeiros a que o mesmo tem acesso (ou melhor dizendo: não tem acesso).

B)      Dirigentes e Economia: CINCO DE ESPADAS
Há um dirigente ou até possivelmente mais do que um dirigente que parte, que sai do governo. Há fações opostas que se batalham, isto em termos políticos, possivelmente no que se refere à economia. Aquele que vence (ou a fação política vencedora) tem depois o caminho livre para aumentar impostos ou impor novas taxas ou até assinar novos acordos comerciais que não irão beneficiar a população do Panamá. A economia, em Maio, também poderá sofrer algum tipo de perda.


C)      Segurança no País – Polícia e Forças de Segurança Pública: DEZ DE PAUS
(O Panamá não tem Exército – abolido nos anos 90 do século vinte -, tem antes uma Força Pública Panamiana, que inclui a Polícia Nacional, os Serviços Nacionais de Fronteiras, o Serviço Nacional Aeronaval e o Serviço de Protecção Institucional.)

Por algum motivo estou a pensar em greves. Ou manifestações e descontentamento por parte da polícia, das forças públicas panamianas, das autoridades policiais no Panamá. E porquê? Talvez conectado com a decisão tomada, neste mês, por dirigentes políticos. Algum tipo de decisão que vai afectar duramente polícias e forças públicas panamianas. Talvez haja um agravo dos deveres e responsabilidades dos mesmos, até um agravamento dos horários de trabalho sem que haja uma equivalência em termos de salário ou até, possivelmente, um corte em salários, bónus e benefícios. Outra interpretação: polícias e forças de autoridade pública vão ter que lidar com muitas manifestações e greves devido a alguma decisão controversa feita pelos Governantes, embora, na verdade, eu não interprete a carta assim porque o povo, coitado, com o cinco de ouros, sente-se mal e desamparado, não parecendo ter força emocional ou psicológica para se meter em manifestações. Se não tiver nada a ver com o povo, este imenso trabalho, que de repente aparece, pode ter origem noutras fontes. (De súbito pensei: algo relacionado com a luta contra as drogas? Conta redes criminosas? Ou até contra redes terroristas?) Outra possível interpretação: se houver algum desastre natural, isto também explicaria o mês muito intenso de trabalho. Seja o que for, pode significar um mês muito intenso, de muito labor. (Embora eu leia mais isto como contestação generalizada das forças policiais ao Governo.)

D)      Saúde e Educação: SETE DE PAUS
Professores e médicos, parece-me, mantêm firme a defesa dos seus princípios e valores. Há aqui algo, julgo, que foi decidido pelo Governo, pelos líderes políticos do Panamá, que também não parece agradar lá muito aos educadores e aos profissionais médicos do Panamá. E de algum modo eles lutam sozinhos, ou, melhor dito, eles parecem ser os únicos que têm força para lutar e contestar (pode ser que as autoridades policiais estejam a lidar com conflitos, greves e manifestações de professores e médicos, por exemplo). Parece-me, pela imagem da carta, que algo poderá ter sido possivelmente prometido aos professores e médicos do país e que de repente essa promessa não é cumprida ou algo deveras importante lhes é sonegado. E eles não estão nada contentes.

E)      Justiça: DEZ DE PAUS
A Justiça do Panamá também parece estar sobrecarregada de trabalho. Se calhar não possuem os recursos necessários, humanos e financeiros, para dar vazão à quantidade de processos que têm a decorrer nos tribunais no momento ou pode até ser que, de súbito, uma quantidade ainda maior de processos entra e vai ser impossível lidar com todos em tempo útil (talvez esteja conectado com os Papéis do Panamá, estou a pensar em processos litigiosos, por exemplo; ou, outra maneira de ler, devido a uma explosão de contestações, talvez de professores e médicos, de repente os tribunais têm uma enchente de casos que têm de tratar.)

JUNHO DE 2016
A)      O Povo: QUATRO DE OUROS
O Povo panamiano sente que tem de proteger os seus recursos financeiros duramente amealhados. Se não forem recursos financeiros, pode tratar-se antes das suas propriedades, das suas casas. Há uma necessidade de protecção relativamente às residências onde os panamianos habitam. Talvez tenha havido, antes, no mês anterior, a aprovação de um aumento dos impostos aplicados, anualmente, às casas e propriedades dos cidadãos. Em Portugal dá-se o nome de IMI a este imposto. Na prática é pagar pelo privilégio de viver na casa que já é nossa. É pagar duplamente por algo que já foi pago. Outra forma de ler esta carta é: talvez não tenha nada a ver com dinheiro ou recursos económicos. Talvez o povo de Panamá sinta, em Junho, que deve defender os seus valores tradicionais e conservadores. Algo que possa possivelmente atacar os valores tradicionais pode ser discutido na Assembleia Legislativa e o povo, na generalidade, pode não gostar lá muito. Estou em pensar em temas fracturantes como: o casamento entre pessoas do mesmo sexo e a possibilidade da interrupção voluntária da gravidez (nem um nem outro é permitido, à data, neste país). 

B)      Dirigentes e Economia: CINCO DE OUROS
Se de facto foi aplicada uma nova taxa (ou se foi decidido aplicar nova taxa ou novo imposto) no mês passado pelos governantes do Panamá, este mês alguém fez contas e percebeu-se que o dinheiro angariado (ou que virá a ser angariado) mesmo assim não é suficiente para cobrir todas as necessidades e despesas do país. Se não se tratar disso, pode haver algum sentimento de isolamento por parte de um líder no governo, porventura porque fez inimigos e perdeu aliados o mês passado devido a alguma hipotética vitória. Essa vitória passada, porém, está a custar-lhe agora (porque está isolado – ou o partido que governa está isolado e precisa de aliados para passar determinada lei ou projecto de lei, mas é difícil porque alienou esses potenciais aliados o mês passado).

C)      Segurança no País – Polícia e Forças de Segurança Pública: DEZ DE OUROS
(Como anteriormente mencionado, o Panamá não possui exército.)
Se realmente houver aqui uma decisão feita pelos governantes em temas fracturantes (casamento entre pessoas do mesmo sexo ou interrupção voluntária da gravidez), o Povo e as Forças de Segurança Pública estão em sintonia porque ambos têm valores muito tradicionais, muito conservadores – deixando porventura os líderes isolados. Outra possível interpretação é a de que se existiu, antes, algum aumento de impostos, os mesmos vão beneficiar a polícia e as autoridades policiais do país (com um possível aumento de salário ou de bonificações).

D)      Saúde e Educação: RAINHA DE PAUS
Se houve a decisão no mês passado de um aumento de impostos ou da criação de novas taxas, pode ser que os mesmos sejam usados para beneficiar o sistema de Saúde Pública e a Educação. Outra forma de ler é a possibilidade de ser nomeado um novo ministro – eu diria ministra – ou para a Saúde ou para a Educação (ou até para as duas áreas). Esta pessoa pode ser de um signo de fogo: Leão, Sagitário ou Carneiro (Áries). É uma líder nata, com muitas ideias e muitos planos para fazer avançar e modernizar a Saúde e a Educação no Panamá. 

E)      Justiça: CAVALEIRO DE COPAS
Talvez haja uma decisão judicial muito importante no país, porque terá talvez por base a necessidade da compaixão e menos a necessidade de aplicar cegamente as regras sem olhar as consequências. É uma decisão judicial inteiramente nova, que talvez não siga os ditames do conservadorismo (ex: algo relacionado com a luta contra as drogas ou até algo conectado com as punições dadas a mulheres que fazem ilegalmente um aborto). Outra forma de ler: quiçá os tribunais tenham um novo sistema que ajudará a lidar com todos os processos pendentes (pode ser um novo sistema informático, mas também pode ser, por exemplo, a decisão de contratar mais pessoas para lidar com a hipotética torrente de processos parados – mesmo que essa contratação seja temporária, irá ajudar imenso a desbloquear muita coisa).


JULHO DE 2016
A)      O Povo: CINCO DE PAUS
Pode haver conflitos, brigas e desentendimentos entre a população, provavelmente por diferença de opiniões, uma parte não concordando com a perspectiva ou nem sequer entendendo o ponto de vista da outra parte. Uma interpretação mais negativa seria até a possibilidade de guerra civil, mas na verdade eu não leio a carta dessa forma, parecem-me mais desentendimentos intelectuais e apaixonados. Desavenças devido à disparidade de pontos de vista e causadas também por diferenças de valores e princípios.


B)      Dirigentes e Economia: CINCO DE COPAS
Não sei o que se está a passar ou se passará nestas áreas do país, mas desde Maio que as coisas não correm nada bem. Há uma continuação do tema de escassez e desalento. Ou a Economia perdeu algo importante, uma fonte de rendimento que não voltará, ou pode ser que um dirigente sinta ter perdido algo fundamental, um litígio político e legislativo que causará algum tipo de privação. Um dirigente ou até vários dirigentes políticos vão sentir que perderam algo que lhes era caro, que era importante para eles (até a nível emocional e psicológico).  (Isto até pode ser uma fonte financeira que está relacionada com o mar, portos, ou até actividades marítimas.)

C)      Segurança no País – Polícia e Forças de Segurança Pública: DEZ DE ESPADAS
Novamente aqui a repetição do tema de perda total e absoluta! As autoridades policiais do país sentirão que certas competências lhes serão tiradas de modo definitivo. Eles vão sentir-se despojados e expropriados da sua autoridade. É também um grande sentimento de traição. Esta carta, porém, não tem muito conexão, na mesma fila, com a carta que saiu para esta mesma área no mês anterior (Junho de 2016). Portanto o Dez de Ouros que saiu no mês anterior pode ser lido da seguinte maneira: talvez alguém com uma grande tradição familiar a nível militar e/ou policial tenha sido empossado num novo cargo e é esta pessoa que decide fazer mudanças drásticas na polícia e nas forças de segurança pública do Panamá. Vão ser mudanças que marcarão um novo ciclo e que acabarão com o ciclo antigo de maneira dolorosa e pungente. Pode haver aqui um corte total com o passado. 

D)      Saúde e Educação: O IMPERADOR
Mais regras duras e severas que são impostas, desta vez na Saúde e na Educação. Regras que estão mais preocupadas com a parte lógica e racional e menos com a parte emotiva. Regras autoritárias que não darão espaço para a empatia e para a compaixão. Também pode ser que mais testes e exames (para averiguar o grau de conhecimento, não só dos estudantes, mas também dos profissionais já graduados, nomeadamente professores, médicos e pessoal de enfermagem) sejam introduzidos.

E)      Justiça: CINCO DE COPAS
Qualquer que tenha sido a decisão judicial do mês anterior, nova, inovadora, que dava maior prevalência à compaixão e menos ao seguimento cego de leis, há a possibilidade de que essa decisão seja anulada num tribunal superior. Se não for isso, o que quer que tenha sido prometido, antes, aos tribunais e trabalhadores da justiça, não será cumprido (foi, quiçá, uma promessa vã e irreal – outro dos significados do Cavaleiro de Copas, que saiu no mês passado nesta mesma área).

AGOSTO DE 2016
A)      O Povo: REI DE ESPADAS
O Povo está a ser dominado por um líder bastante autoritário, cruel e astuto. Alguns podem até possivelmente chamá-lo de tirano e autocrata. Leis rígidas são impostas e têm de ser seguidas à risca, ninguém é perdoado (pensei, de súbito, que isto poderá estar relacionado com a luta contra a droga? A luta contra o narcotráfico?) Se não for nada relacionado com substâncias proibidas ou controladas, pode ser que haja um maior controlo das offshores, mas um controlo que é feito de tal maneira que vai afectar negativamente todos os cidadãos do Panamá, que se sentirão injustamente oprimidos. Outra maneira de ler o Rei de Espadas é: se houver eleições por volta de Agosto de 2016, o povo vai ter a tendência de votar e escolher um ditador muito opressivo, demasiado autoritário, dominador e até arrogante. Alguém que está absolutamente certo da justiça daquilo que deseja impor, alguém que pode até possivelmente achar-se acima dos demais, mais esperto, mais inteligente, podendo por isso decretar leis e regras demasiado duras (para o “bem de todos”). Esta pessoa não vai admitir opiniões alheias e vão ter todos de seguir o que ele determina.  

B)      Dirigentes e Economia: OITO DE OUROS
Este dirigente (quem sabe, novo dirigente?) é uma pessoa muito trabalhadora, seguidora de rotinas, com hábitos arreigados. Não é alguém que tenha uma mente muito aberta ou que mude a opinião ao sabor das águas (pode ser de um signo de terra: Touro, Virgem ou Capricórnio, embora eu me incline mais para o signo de Touro. Além disso pode ter também ou muitos planetas em signos de ar – Gémeos, Aquário ou Balança/Libra – ou muitos planetas na casa 11). Outra forma de interpretar o oito de ouros: a economia está a crescer devido à força do trabalho duro e consistente. Mas parece haver aqui um crescimento económico do país.

C)      Segurança no País – Polícia e Forças de Segurança Pública: VALETE DE COPAS
Eu diria que foi formada (ou será, em Agosto) uma nova força de segurança, dedicada exclusivamente ou ao mar e actividades marítimas ou à luta contra o narcotráfico. Estou a pensar concretamente numa força militar equivalente à marinha. Embora, repito, o Panamá não tenha na verdade um exército, mas tem forças marítimas. Se calhar estas podem ser expandidas ou pode ser que lhes seja dado um novo papel em termos de segurança – ou pode até ser mesmo criado um ramo novo dentro destas forças marítimas já existentes.

D)      Saúde e Educação: O DEPENDURADO
Sacrifício de algo na saúde e na educação: talvez menos dinheiro para ambas as áreas (se calhar porque ele tem de ser alocado para estas novas hipotéticas forças marítimas ou para-militares). Menos professores, menos médicos, e aqueles que restam têm um corte severo e drástico no salário. Menos recursos dados ao serviço nacional de saúde e às escolas e universidades. Menos dinheiro para toda a gente e cortes generalizados. Outra forma de ler: greve geral de profissionais médicos e de educadores. (Se calhar por haver cortes generalizados.) Talvez os exames que tenham sido implementados o mês anterior sirvam para “fundamentar” e justificar os tais cortes de recursos necessários para o normal funcionamento de escolas, universidades e hospitais.   

E)      Justiça: NOVE DE COPAS
Há aqui, quem sabe, uma decisão judicial que tinha sido anulada no mês anterior, mas que volta aos tribunais, e a decisão de primeira instancia é mantida, revertendo a anulação feita posteriormente. Outra forma de ler: a justiça do Panamá sente que teve uma grande vitória (no quê, não faço ideia). Esta é uma carta de abundância, sucesso, vitória, do atingir de um sonho há muito tido. Há algo que enche de contentamento, alegria e celebração a justiça e os tribunais do Panamá.  

(Cerca de 2640 palavras)

LEITURA DE TAROT MENSAL: VIRGEM MAIO 2016

LEITURA DE TAROT MENSAL: CARNEIRO / ARIES MAIO 2016

LEITURA DE TAROT MENSAL: TOURO MAIO 2016

LEITURA DE TAROT MENSAL: LEÃO MAIO 2016

LEITURA DE TAROT MENSAL: GÉMEOS MAIO 2016

LEITURA DE TAROT MENSAL: CARANGUEJO / CÂNCER MAIO 2016

segunda-feira, março 28, 2016

PREVISÃO ASTROLÓGICA PARA VIRGEM: ABRIL 2016

PREVISÃO ASTROLÓGICA PARA LEÃO: ABRIL 2016

PREVISÃO ASTROLÓGICA PARA CARANGUEJO: ABRIL 2016

PREVISÃO ASTROLÓGICA PARA GÉMEOS: ABRIL 2016

PREVISÃO ASTROLÓGICA PARA TOURO: ABRIL 2016

PREVISÃO ASTROLÓGICA PARA CARNEIRO/ARIES: ABRIL 2016

ASTRO FORECAST FOR VIRGO: APRIL 2016

ASTRO FORECAST FOR LEO: APRIL 2016

ASTRO FORECAST FOR CANCER: APRIL 2016

ASTRO FORECAST FOR GEMINI: APRIL 2016

ASTRO FORECAST FOR TAURUS: APRIL 2016

ASTRO FORECAST FOR ARIES: APRIL 2016

segunda-feira, março 21, 2016

MONTHLY TAROT READING: ARIES APRIL 2016

MONTHLY TAROT READING: CANCER APRIL 2016

MONTHLY TAROT READING: TAURUS APRIL 2016

MONTHLY TAROT READING: GEMINI APRIL 2016

MONTHLY TAROT READING: LEO APRIL 2016

MONTHLY TAROT READING: VIRGO APRIL 2016

MONTHLY TAROT READING: SCORPIO APRIL 2016

MONTHLY TAROT READING: LIBRA APRIL 2016

MONTHLY TAROT READING: SAGITTARIUS APRIL 2016

MONTHLY TAROT READING: CAPRICORN APRIL 2016

MONTHLY TAROT READING: PISCES APRIL 2016

MONTHLY TAROT READING: AQUARIUS APRIL 2016